A mídia no discurso parlamentar.

A pesquisa "A mídia no discurso parlamentar" inclui dados de uma amostra aleatória de discursos proferidos na Câmara dos Deputados entre 1999 e 2005, com o intuito de observar quando e como os meios de comunicação de massa eram referenciados. A base foi montada para a redação da dissertação de mestrado de Helena Cristina Máximo, sob orientação de Luis Felipe Miguel, e contou com a colaboração de Daniel Leão Bonatti.

Informações mais completas sobre a metodologia podem ser encontradas na dissertação A presença da mídia na ação política: evidências de uma influência discursiva, de Helena Máximo, e no artigo "Ecos da mídia no discurso parlamentar", de Luis Felipe Miguel e Helena Máximo.

Apesar de todos os esforços, é possível que a base ainda contenha erros - de digitação, de falha na obtenção de informações ou ocorridos nas migrações de software e nas adaptações de questionário. Caso você encontre um erro, por favor comunique pelo e-mail gp.demode@gmail.br.

A base está montada no software Sphinx Lexica. Foi exportada no formado Excel, que pode ser facilmente lido pelos principais softwares estatísticos. O uso dos dados é permitido, desde que seja citada a fonte: Pesquisa "A mídia no discurso parlamentar" - Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades (Demodê), 2020.

Aqui, o formulário da pesquisa. Aqui, a base em formato Excel.

Mande seu e-mail para: 

gp.demode@gmail.com

 

Ou escreva para:

Grupo de Pesquisa Democracia e Desigualdades - Demodê

Instituto de Ciência Política - IPOL

Universidade de Brasília - UnB

Campus Universitário "Darcy Ribeiro" - Asa Norte

70904-970 - Brasília - DF - Brasil

Apoio: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF)