demo eman.jpg

Democracia como emancipação: olhares contra-hegemônicos

Luis Felipe Miguel e Gabriel Eduardo Vitullo. Porto Alegre: Zouk, 2021.

Neste livro, os cientistas políticos Luis Felipe Miguel e Gabriel Eduardo Vitullo apontam que a democracia se torna vulnerável à crise na medida em que se vê constrangida a negar o projeto emancipatório que lhe dá vida. Recusando tanto a visão liberal vulgar, que apresenta a democracia como um conjunto neutro de “regras do jogo”, quanto a leitura redutora de parte da esquerda, que nela não vê mais do que um artificio da dominação burguesa, os autores indicam que ela é fruto da luta dos dominados – e que, portanto, o caminho para superação da crise atual não é uma acomodação medrosa com os vetos dos privilegiados e sim uma luta contínua por igualdade efetiva e autonomia para todas e todos.